sábado, 27 de junho de 2020

Alma

Tradução mais antiga de um texto bíblico:
Deus disse a Noé: Não comereis a carne com sua ALMA, isto é, com o seu sangue.

Tradução atual:
Deus disse a Noé: não comereis a carne com sua VIDA, isto é, com o seu sangue.

Me pergunto se o sentido inicial da palavra alma se referia a sangue. Pesquisando no Google, encontro uma informação de que alma tem origem no grego anemos, que significa Ar", "sopro". A palavra latina significa também "vida, "espírito", "sede do conhecimento".    No hebraico, tem a ver também com o que anima, sendo a vida de cada organismo, não sendo eterna. Tem a ver com o ser que respira.

Também pesquisei sobre a origem da palavra "ESPÍRITO, que tem a ver com "respiração", "sopro", também tem a ver com "coragem". 

Nos dias atuais, muitos consideram  espírito como algo que faz parte de nós, mas que não vemos, e que continua vivo após a morte, se separando de um corpo humano. 

Não me lembro de ler menção de que podemos ter vida eterna no Velho Testamento. Me parece que eles se preocupavam mais com a vida terrena, tanto que no Velho Testamento, Deus costumava intervir nos grandes acontecimentos em locais próximos aos hebreus.Com o Novo Testamento, através de Jesus, é que se nota grande destaque para a vida eterna a ser vivida no céu. 


Sites pesquisados:



Knoow-enciclopédia temática

Wikipedia



CURIOSIDADES:


quinta-feira, 2 de janeiro de 2020

Livros Lidos 2019

1-Getúlio - Vol. II - Lira Neto

Biografia. Muito bom. Fácil de ler. 

A história de um governo resultante da revolução de outubro de 1930, governo que se autoproclamou provisório, porém se perpetuou por anos

2-Leonardo da Vinci - Walter Isaacson 

Biografia. Muito bom livro.  Um pouco difícil de ler, mas bastante interessante. 

3- 1599  um ano na vida de William Shakespeare - James Shapiro

Muito bom esse livro, embora a leitura seja um pouco difícil. 

Inglaterra, 4 milhões de habitantes, Londres - 200 mil habitantes, havia grande demanda para teatro. Brasil era uma selva com índios e alguns desbravadores.  

4-Diario de um fescenino - Rubem Fonseca 

Bom romance, leitura fluida, lê-se rápido. Bom entretenimento. 

5-Sagrada Família - Zuenir Ventura 

Romance. Regular. 

6-Amores que fazem mal - Patrícia Delahaie

Regular. Analisa os vários tipos de amores que fazem mal. E os que fazem bem, existem?, me pergunto.

7- Cartas à mãe. Ingrid Bittencourt 

Não gostei muito, mas vale pelo depoimento sobre a dramática situação vivida pela autora como prisioneira das FARCS. Uma coisa que eu não esqueci, é da característica dos militares de guerrilha se levantarem cedo, sempre no mesmo horário, independente se dormiram pouco, ou se estão passando mal. Uma característica diferente dos civis que não precisam ser tão disciplinados.

8-Em águas sombrias - Paula Hawkins

Não me empolgou, foi até mesmo entediante

9-Aos quatro ventos - Ana Maria Machado

Não gostei, é só o que lembro

10-A garota do penhasco - Lucinda Riley

Previsível, entediante. 

11-O chamado do anjo - Guillaume Musso

Não me lembro. 

12-Em águas sombrias - Paula Hawkins

Não me empolgou, foi até mesmo entediante


quinta-feira, 14 de novembro de 2019

Agrotóxico, afinal, quem está com a razão?

Resultado de imagem para agrotóxicos
O Globo: Governo federal libera mais  42 agrotóxicos no Brasil

Painel Willian Waack: Quanto veneno o brasileiro come?  19/07/2019 

Xico Graziano:
"Os alimentos brasileiros são seguros, mas existe uma campanha política botando medo na população como se tudo tivesse contaminado com agrotóxico e todo o mundo estivesse morrendo."

Xico Graziano, Engenheiro Agrônomo e Doutor em Administração.  Consultor em Organização, Marketing de Agronegócios e sustentabilidade.

*___*          *___*          *___*          *___*          *___*                  

Não é fácil confrontar Willian Waack,  mas os entrevistados, altamente gabaritados foram bastante incisivos e firmes ao debater um tema polêmico, como o do uso dos agrotóxicos brasileiros podendo ser tóxicos no consumo dos alimentos.

A pessoa precisaria comer 500 quilos de pimentão para que o agrotóxico aplicado nele pudesse fazer algum mal ao consumidor.

Os agrotóxicos ao serem usados na agricultura, eles se degradam, são metabolizados pelos microorganismos, vai ser eliminado no meio.  O maior problema com esses inseticidas são o mau uso do produto, e ocorrência de suicídios.

Carlos Medeiros:
Bem, muita gente suicida também com remédio, e por causa disso ninguém vai advogar contra a utilização de remédios para a população brasileira.

sexta-feira, 30 de agosto de 2019

IT IS RAIN

Resultado de imagem para noite escura

É madrugada, chove,  o ar, antes abafado, agora está mais fresco.
Preciso dormir, mas não consigo. Ando com olheiras.

Pela web descubro que há outras pessoas com insônia.
A madrugada está silenciosa, quebrada apenas pelo som da chuva.
Antigamente, passava sessão coruja, algumas vezes com bons filmes.
 Eles tinham cara  de filmes ideais para altas horas.  Não sei porquê. Mas isso passou.

A oferta de filmes hoje é tão grande, que a magia de se assistir um filme cuja exibição ocorria apenas nas madrugadas, passou.
Era uma coisa mágica. 
Via-se um filme com outros olhos, era um momento único, especial.  E isso acabou.
Tudo na vida passa.
O prazer que sentimos ao vivenciar certos momentos, não costuma se repetir para sempre.
As vezes as vivenciamos novamente, mas não sentimos a mesma coisa, algo fica faltando, igual uma paixão que acabou.

domingo, 21 de julho de 2019

Orange is New Black e...

Neste momento estou caminhando no calçadão da Beira-Rio.  Right now.  Faz um solzinho gostoso, mesmo sob as árvores, o clima está agradável. Com certeza a partir de 17 horas começará a esfriar. Na minha juventude, nessas minhas andanças solitárias teria trazido um livro comigo. Acho que vou voltar a fazer isso.

INSÔNIA
Três horas da madrugada, e ainda não dormi. Uma coruja resolveu piar lá fora na escuridão da noite. Será que ela sabe que estou acordado? 
De vez em quando tenho insônia,  algumas vezes leva seis meses, outras vezes um ano para elas ocorrerem e geralmente acontecem do nada, sem motivo algum.

ORANGE IS NEW BLACK

Ela faz muito sucesso, mas, but, não é a minha praia. Nunca gostei de histórias de presidiários. Acho deprimente. Vi alguns episódios, há bastantes meses. Apesar disso, pretendo fazer uma exceção e assistir mais alguns episódios, mas sempre dando grandes pausas entre eles.

Agora, now, vou tomar um banho, almoçar, e fazer uma leve caminhada. Pretendo caminhar todos os dias. Vamos ver se consigo.

domingo, 6 de janeiro de 2019

Domingo


Às 04h30m da madrugada o gato mia e arranha a porta me acordando.  Folgado! Quer ração. Podia ter esperado eu acordar.  Levanto, porque senão ele não desiste. Enquanto ele come a ração faço o café. Pego um dos meus livros do momento, leio algumas páginas. Paro numa página que me assusta. Cortam um pedaço do focinho do porco, assim ele sente intensa dor ao tentar farejar um alimento, desistindo de fazê-lo e se vendo obrigado a ficar perto do dono, ficando totalmente dependente. Isso acontece na Nova Guiné. Achei de uma crueldade enorme. O ser humano é capaz de fazer muita coisa boa, mas, uma parte da nossa espécie  tem uma capacidade enorme para fazer o mal. 
Pauso o livro, ligo a tv.  Vejo o documentário Perdido na tradução-Os segredos da Bíblia.   No texto original da Bíblia, havia uma profecia que dizia que ALHMA, na língua hebraica pode significar JOVEM ou VIRGEM,  conceberia o Filho de Deus.  Confesso achar que a profecia uma JOVEM conceberá é mais verossímil que uma VIRGEM.  É a minha opinião, respeito qualquer opinião divergente.

Livro citado:
Sapiens, uma breve história da humanidade
Yuval Noah Harari

sexta-feira, 28 de dezembro de 2018

Livros Lidos 2018

O Príncipe Pedro Augusto, filho de Leopoldina, irmã da Princesa Isabel, não teve sorte na vida, nasceu príncipe mas não virou rei.  Mary Del Pryore dá mais detalhes no livro intitulado O Príncipe Maldito. 

Dificilmente um filme é melhor que o filme,  uma exceção é O sol é para todos, título do livro de Harper Lee que inspirou o filme. Apesar do filme ser excelente, o livro é muito bom, como garante o prêmio Pulitzer. 

Um dia fiquei pensando como pode alguém ser tão criativo e escrever um livro chamado A guerra dos bichos. 

Um dos livros que me fez viajar pela India foi Shiva, de A. B. Yehoshua. Pelo menos a metade foi bastante interessante. 

Outro que viajei por um mundo desconhecido foi a obra de Airton Ortiz, que fala de costumes dos habitantes do Nepal, no livro Na estrada do Everest. 

Levei uns três anos para ler A visita cruel do tempo, de Jennifer Egan. Li no celular, no tablet e achei bem difícil ler assim. Única vantagem é que eu podia ler praticamente em qualquer lugar. 

Algumas vezes o li numa rua deserta e mal iluminada enquanto esperava o ônibus sozinho no ponto. 

1222, de Anne Holt foi um livro policial, despretensioso, mas bom de ler.

Depois li o meu primeiro romance chinês policial O olho de Jade, de Diane We Liang, tranquilo e gostoso de ler. 

Xadrez, truco e outras guerras, de José Roberto Torero é um livro razoável, há coisas interessantes, há bons momentos. 

Por que fazemos o que fazemos. Mário Sérgio Cortela. Esqueci o que li. 

O conto de Aia, Margaret Atwood. Embora muito comentado, não gostei.  Achei muito tedioso. 

Detestei Complexo de Portnoy, do grande escritor americano Philiph Roth. Espero gostar dos próximos que pretendo ler. 

sábado, 10 de novembro de 2018

Canais de TV paga

Estava pensando se deveria  assistir apenas Documentários, programas jornalísticos, e acabei me decidindo pelo equilíbrio, passando a intercalar ficção com programas com conteúdo sério, educativo, jornalístico, que possam me agregar algo.  O que percebo é que uma boa ficção que prenda a nossa atenção, ajuda a aliviar a ansiedade, ajuda a nos ocupar, preenchendo o vazio de algumas  horas em que nada temos pra fazer, ou em que nos encontramos impossibilitados de resolver naquele momento.

Sendo assim, acabei assistindo Grimm.
Quando assisti a primeira temporada do Grimm  no Universal Chanel, para minha surpresa, pulou direto para a oitava temporada.
É errado isso. Canais de TV paga são muito caras. O correto seria rodar a temporada completa, como faz a warner Chanel com alguma das suas séries, Friends, Two and half Man, etc. Além disso, os canais tem propaganda, exceto HBO. Até a Globosat passou a inserir comerciais criando intervalos em sua programação,  que meses atrás tal não ocorria. Com isso perdem terreno para a Netflix e afins.

segunda-feira, 29 de outubro de 2018

Sobre a perda de tempo

Em 1599 não havia rádio, televisão, nem luz elétrica. Havia Shakespeare entre outros, e peças diariamente encenadas. Havia uma demanda muito grande, pelos londrinos, por peças teatrais. A arte e o seu poder de distração parece sempre estar ligado ao ser humano, parece sempre fazer parte de sua essência. As vezes acho que estou perdendo tempo, quando assisto determinada quantidade de séries de TV,  mas quando vejo que séculos atrás o ser humano sempre procurou uma maneira de se divertir, que havia nele mais do que um desejo, que havia uma grande necessidade de se distrair através da arte, tendo a pensar que distração faz muito bem a saúde das pessoas.
Hoje tenho assistido menos séries de TV, dando preferência a documentários, entrevistas, debates, jornalismo etc, com a intenção de perder menos tempo.
Mas, me pergunto, assistir programas para apenas se divertir é realmente perda de tempo? Há momentos em que penso que esses programas até fazem bem no sentido de esvaziar o cérebro, permitindo que relaxemos e descansemos, recuperando assim suas energias.
Lembro que quando adolescente, costumava sair do cinema sentindo um enorme bem estar.

sábado, 15 de setembro de 2018

Bibliotecas

Pesquisa fala que determinada porcentagem das escolas públicas não tem biblioteca.
E de que adianta escolas ter se a diretoria não dá acesso ao aluno. Eu mesmo estudei em escolas que tinham biblioteca,  mas viviam trancadas e não podíamos entrar nela. Servia como enfeite. O interessente é que na escola primária tive acesso. Eu pegava livros nela. Mas no primeiro e segundo graus, isso não acontecia.
Devemos ter biblioteca nas escolas, mas garantindo ao  aluno o acesso à ela, senão de que adiantaria!!!