domingo, 13 de fevereiro de 2011

Por que não havia divórcio nos anos 50

“Não se deve irritar o homem com ciúmes e dúvidas".
(Jornal das Moças, 1957)

"Se desconfiar de infidelidade do marido,
a esposa deve redobrar os carinhos
e provas de afecto,
sem questioná-lo nunca".
(Revista Claudia, 1962)

Bons tempos...


"Sempre que o marido sair com os amigos
e chegar a altas horas da noite,
espere-o linda, perfumada e dócil".
(Jornal das Moças, 1958)



CONCLUSÃO:
Já não se editam
revistas instrutivas
como antigamente.

Manda este e-mail para todas as tuas Amigas

Obs: Eu só não mandei para a minha mulher porque ela não gosta de recordar as coisas boas do passado.

9 comentários:

Daniel Savio disse...

Cara, com certeza estas dicas não tem espaço mais na nossa atualidade...

Fique com Deus, menino Carlos Medeiros.
Um abraço.

claudete disse...

Puxa Carlos ...você não é machista! Olha concordo com você , rs, não pelas revistas,é que antigamente a mulher era cristã, fervorosa seguidora do preceito divino que diz:"casados até que a morte os separe"; o homem era o único provedor do lar e...Cantava de galo o tempo todo. Como não ser submissa? Mas não se iluda a grande maioria das mulheres de hoje não são tão adeptas assim ,como se propala, do Divórcio. Todas querem um marido legal até o fim da vida. Abraços e gostei da sacudida.

Erica Ferro disse...

Qualquer tipo de disfarce é desonesto, tal como a traição. É necessário dizer o que se pensa e se sente.

Nanda disse...

Antigamente, a mulher era dependente; dava nisso. Mas lembrei de um filme da década de 60, com Sandra Dee, hilário. Ela era recém casada e quando começou a ter problemas com o marido, a mãe dela lhe deu um livro de como treinar cães, pra que ela treinasse o marido... E não é que funcionava?rs - Beijos.

Guto Oliveira disse...

hihihi, num tempo em que as mulheres andavam sempre 'atrás' dos homens, esses preceitos faziam todo o sentido. Era uma relação de dependência. Hoje fazem a gente rir e brincar, mas sabemos que as mulheres já deram um passo a frente a bastante tempo e estão ao lado dos homens ( e, talvez, à frente, por que não dizer). Viva a mulherada e todo o poder a elas! Abraços.


http://quasepoema.zip.net

Magui disse...

Realmente eram outros tempos, em que o homem assumia , pelo menos, o sustento da família sozinho e não precisávamos ter duas jornadas de trabalho e as mulheres não eram mortas pois não reagiam.

Luzinha disse...

As coisas se tornaram tão banais e futeis hoje, que acredito que as pessoas naquela epoca eram muito mais felizes.

Cris disse...

Acredita que ganhei da minha ex-sogra um livro que dizia EXATAMENTE essas coisas quando terminei o relacionamento? Fico pensando se ela leu esse livro quando se separou do marido dela... risos

Anônimo disse...

andas ai a pesquisa de um modo para jogar apostas de desporto sem teres de investir?

Joga na Internet com real money sem teres de arriscar o teu proprio cash!

Em http://www.erinness.pokersemdeposito.com/
tens:

Poker:
Full Tilt Poker 50$ sem pagar
PokerStars 50$ free bankroll
Titan poker 150$ sem deposito
Celeb Poker 199$ online gratuito
Party Poker 50$ free bankroll
Cake Poker 50$ bonus sem deposito
Ultimate Bet 50$ sem deposito
No PayPoker 25$ bonus sem deposito
Winner Poker 75$ gratis
Cd Poker 50$ sem pagar
Poker 770 7,70$ sem deposito
Riva poker 10$ free bankroll
Betraiser 5$ free bankroll

casino:
Joyland Casino 25$ gratis
Willian Hill casino 30$ bonus sem deposito
Ruby royal casino 11$ free bankroll
coccoa casino 10$ online gratuito
Superior Casino 20$ sem deposito

apostas desportivas:
Party Bet 25$ sem deposito

Bye Bye