sábado, 27 de agosto de 2011

Quando morei sozinho

Um dia minha mãe foi morar por uns dois anos com um senhor, nesse período morei sozinho. Tive de me virar: aprender a cozinhar, fazer a limpeza da casa, do quintal.

Desvantagens: ficar doente estando sozinho é horrível, pode não ter ninguém no momento pra te ajudar, e algumas coisas necessárias tem de ser resolvidas, como fazer almoço.

Vantagens: podia programar o meu dia, fazer as coisas na hora que achasse melhor. Dormir a hora que desse vontade, mas não podia me descuidar e deixar as tarefas se acumularem. Mas também trabalhava mais. Pra não me estafar e viver só trabalhando, fui obrigado a me programar:

Aos sábados, cuidava do meu quarto, cozinhava, punha a roupa na máquina pra bater, lavava o banheiro, e cuidava do quintal, por partes, cada sábado uma etapa.

Nas segundas e terças, cuidava do outro quarto. Na primeira semana, uma parte, na segunda semana, cuidava melhor de outra parte.....

Nas quartas, dava uma geral no outro quarto. Na quintas, cuidava da sala, nas sextas, da cozinha.

No domingo, não fazia nada, ficava só descansando. Almoço, comprava.

Mas me descuidei numa coisa. Na época, enquanto estava entretido numa tarefa, não ligava TV, rádio, nada.
Ficava no silêncio, acabei me acostumando mal.

Quando minha mãe voltou dois anos depois, confesso que no início estranhei, na verdade, sofri muito com a TV ligada enquanto eu fazia alguma coisa.

Caso algum dia eu volte a morar sozinho, deixarei sempre algo ligado pra não me acostumar a fazer as tarefas totalmente em silêncio, embora eu goste.

Outros Textos:

Em Aparecida/SP
Se eu soubesse que seria a última vez que veria você viva

8 comentários:

katy disse...

oi carlos, meu sonho de consumo é morar sozinha. se der tudo certo eu me mudo em janeiro. vou lembrar de deixar sempre algo ligado. boa semana.

JuJu disse...

Apesar de tudo, decerto foi uma experiência bastante interessante para você. Dá para perceber. Ah, respondi ao seu comentário lá no meu blog. As sugestões estão logo abaixo do seu comentário.
...
Até!

Carlos Medeiros disse...

Dicas de Juju, que por ora deixo aqui:

Pois bem, recomendo-te “Tattoo”, que foi escrita pela Kée do www.beijodemorango.zip.net, e que você pode ler aqui: http://www.fanficobsession.com.br/fanfics/t/tattoo.html. Além disso, há também este, com umas fics muito bacanas da Ino e do Shikamaru, do anime “Naruto”: http://www.fanficobsession.com.br/fanfics/t/tattoo.html. Divirta-se!

Tathiana disse...

Quase nunca estou totalmente sozinha. Qd estou, geralmente deixo algo ligado...
BJs.

Tetê disse...

Eu sou ao contrário... marido trabalha o dia inteiro e eu fico em casa sozinha, mas o rádio está sempre ligado! Eu entro em casa, ligo o rádio! Silêncio, só para dormir e nas primeiras horas do dia quando me entrego à meditação e orações! Obrigada pela visita ao Livre Pensamento! Tetê

Luzinha disse...

morar sozinha tem suas vantagens e desvantagens...eu gostei!!!

FABIOTV disse...

Olá, tudo bem? Eu moro com meus pais, mas concordo que morar sozinho tem suas vantagens. Você fica mais independente e faz o que quer em qq hora. Agradeço o comentário publicado no meu blog. Abraços, Fabio www.fabiotv.zip.net

Palavras Vagabundas disse...

Carlos, eu gosto de silêncio! Nunca realmente morei sozinha, marido, filhos e agora neta. Mas adoro quando todo mundo sai de casa e eu não preciso ouvir TV ou rádio.
abs
Jussara