sábado, 26 de março de 2011

Chuva no carnaval de 2011

*_*Português bem escrito




*_*Alain Delon

Antes:











Depois:
A natureza é implacável.


Na minha juventude, e até mais ou menos os trinta e cinco anos, fui muito ao cinema. Nunca pensei que um dia sentiria falta dessa época. Além dos cinemas no centro, havia um no meu bairro, distante trinta minutos de casa, a pé.

Assisti muitos filmes policiais franceses. Sem o saber, apreciava o estilo deles. Um tipo de filme sem aquela ação, sem os exageros dos filmes americanos. Filmes franceses normalmente seguem um ritmo mais lento, mostrando com mais detalhes o dia-a-dia de alguns policiais.

E assisti muitos do Alain Delon, que era o queridinho das moças na época.

Mas ele sumiu. Geralmente vemos um ator envelhecer, atuar em papéis de idosos. Mas parece não ser o caso dele, sumiu mais ou menos no auge.

Mas........

Hoje existe a internet, existe o google, e por conta disso, sempre há uma maneira de saber o que andam fazendo. Abaixo, alguns links.

G1 - Alain Delon

Wikipédia

Uma lista de filmes em que participou, inclusive um de 2008

4 comentários:

katy disse...

oi carlos, eu passei o carnaval em casa, com muita chuva!!!! esse fim de semana vi cisne negro, bem melhor que o discurso do rei, que ganhou o oscar. e no próximo pretendo ver bruna surfistinha. eu adoro cinema, pena que não dá pra ir sempre. bom fim de semana.

claudete disse...

Olá Carlos chuva no carnaval é bom, rs, põe água na "fervura". Aqui no NE choveu. Delom, preferiria nao tê-lo visto agora...ficou feio pra caramba!
abraços.

Nanda disse...

Eu já tive minha fase de ir muito ao cinema. Hoje, sou bem caseira e, com uma bela tv tela grande, adoro ver filmes/seriados quietinha na caverna. Com a vantagem que a pipoca é mais barata...rs

Maria Helena disse...

Carlos
Gosto de passear por aqui é sempre interessante e divertido.
Alan Delon e Tony Curtis eram os meus ídolos preferidos. Lindos e gatos.
Mas...o tempo realmente é implacável para todos os seres humanos, sejam eles pobres ou ricos. O dinheiro muitas vêzes até prejudica, as pessoas ficam plastificadas com os excessos de cirurgias corretivas.Para envelhecer, e envelhecer bem é preciso que a vida tenha valido a pena, feliz.
Bjs