terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Orca, a baleia assassina

"Hoje, porém, sabe-se que a treinadora morreu dentro da boca do animal e, além do afogamento, teve traumatismos múltiplos. É um caso terrível em que não se tem quem ou que culpar. A orca é um animal, não pode ser culpada por sua natureza. A tratadora é uma profissional. E o parque não parece ter sido responsável pelo acidente. Por mais que a gente discuta o caso depois de ter acontecido, não temos a quem culpar. Pelo menos até que tudo seja esclarecido. Talvez alguém seja responsabilizado."

Rosana Hermann - Querido Leitor

"Protetores da fauna defenderam a libertação do animal ou seu sacrifício, mas o presidente dos parques SeaWorld, Jim Atchison, anunciou ontem que Tilikum continuará atuando."

Zero Hora

"A orca já esteve envolvida em outros incidentes, incluindo a morte, em 1991, de um outro treinador no centro Sealand of the Pacific, no Canadá, este morreu após ser arrastado para o fundo do tanque durante uma apresentação."

Titinet

*_*Baseando pelas notícias acima, culpados há. Culpados por negligência, descuido, descaso com a vida humana.

Segundo o Titinet, a baleia já esteve envolvida em outro acidente, com morte. E a orca sendo um animal, como animal é imprevisível, não temos garantias de que se matou uma vez, não o fará novamente.

Se o ser humano, como animal racional, alguns cometem assassinato uma vez, e mesmo quando punidos, muitos voltam a fazê-lo. O que dirá de um animal irracional.

A baleia causou morte, indireta ou diretamente, uma vez; é claro que sempre há o risco de que tal fato venha a acontecer novamente.

E agora vem a notícia de que ela continuará a atuar. Isso pra mim é um crime e mostra o grande descaso pela vida humana, que os administradores do parque tem.

7 comentários:

Guto Oliveira disse...

Carlos, os animais não têm maldade no coração. As serpentes com seu coraçãozinho, as baleias com seu grande coração. O homem é que tem a mania de mexer com eles. E como a orca, a baleia dita 'assassina' volta aos sets de filmagem não se poderá julgá-la caso seu instinto de baleia faça mais vítimas. // Bom final de semana. Abraços.

http://quasepoema.zip.net

Nanda disse...

É complicado, porque sacrificar ou soltá-la sem saber viver em liberdade também não seria correto. O melhor seria que ela pudesse se 'aposentar'. Mas aí, entra a questão econômica. Que mundinho esse...

Bia Ferreira disse...

A Orca não cometeu assassinato, é um animal, age por instinto. A profissional quem deveria ter mais cuidado. Sou contra o uso de animais em apresentações. Lugar de bicho é no habitat natural. Não gosto nem de zool.

Donaella disse...

Acredito em fatalidade, se todo ano morresse alguém atacado por uma orca...E tentar controlar a natureza, buscando controlar as vaiáveis intervenientes... nem com o ser humano consegue-se plenamente.
Muito bom seu blog!!
Grande abraço

Vaninha® disse...

É o instinto do animal. Não tem como fugir disso. Deixa o bichichinho em paz.

claudete disse...

Por maior que seja o adestramento a naturaeza do animal não mudará nunca. Será quer ainda não compreenderam que o animal também tem o seu limite?

Maria Helena disse...

Carlos
Uma tragédia.
Vendo pela TV,acredito que os movimentos que a treinadora fazia balançando os cabelos, pode ter proporcionado o desastre. Foi "entendido" pela baleia, como parte do treinamento ou adestramento. Vai saber não??????